Aqui no blog, já mostramos o que é o Inbound Marketing e que um dos pontos-chave dessa metodologia é o compartilhamento de conteúdo relevante. Criar materiais mais qualificados para um público-alvo específico não é algo tão simples, envolvendo planejamento e muitos cuidados antes de publicar. Pensando nisso, no artigo de hoje, trazemos tudo o que você precisa fazer para acertar em cheio na produção de conteúdo. Continue a leitura!

Estude o seu público

O objetivo deste primeiro passo é entender as principais dúvidas e necessidades da sua demanda. Assim como suas ofertas são pensadas em solucionar um problema do mercado, os seus conteúdos devem ter o mesmo propósito. O ideal é fazer uma pesquisa com atuais e potenciais clientes mas, se preferir, você pode tentar o uso de algumas ferramentas que mensuram as buscas mais realizadas de acordo com um tema, como o Google Trends e o Buzzsumo.

Está gostando deste conteúdo? Temos um ebook gratuito em que falamos mais sobre este assunto e vários outros:

banner-como-captar-leads

Escolha as palavras-chave

A importância de definir as palavras-chave antes de escrever é que elas funcionam como uma espécie de pauta para os seus materiais. Para um conteúdo ser relevante, primeiro ele precisa ser encontrado pelas pessoas, que muitas vezes usam os motores de busca (Google, Yahoo, Bing). Logo, esses termos ajudam os buscadores a identificar do que se trata o seu texto, e a escolha deles é que ditará o ritmo das suas publicações.

Ferramentas como o Keyword Planner e o Übersuggest podem ajudar a eleger as palavras-chave que são mais procuradas na sua área!

Cuide do SEO do texto e da página

Não se deve esquecer que é preciso formatar um conteúdo relevante também para os motores de busca. Por isso, é importante usar as headings (h1, h2, h3 etc.) para separar seu texto em títulos, intertítulos e subtítulos a fim de mostrar para os algoritmos dos buscadores a importância de cada item dentro do seu texto. É importante saber usar com moderação as palavras-chave (título, introdução, em algum intertítulo e na conclusão).

Evite muitas repetições da sua palavra-chave — opte por sinônimos. Não se esqueça de fazer um texto explicativo e convidativo para a meta descrição da página. Ela, junto com o título, é a responsável por estimular o usuário a clicar em seu link nos buscadores.

Escreva títulos atraentes

O título é a sua principal arma para chamar a atenção do público para os conteúdos. Se ele não tiver de cara um elemento que interesse às pessoas, os resultados não serão os mesmos. O título deve provocar o desejo ao despertar um senso de urgência aliado a oferta de um benefício. Por fim, uma chamada de ação para confirmar o convite aos usuários.

Os termos destacados são para lembrar um conceito que deve ser constantemente aplicado à produção de títulos: o AIDA. O acrônimo representa os quatro itens que você deve despertar no leitor através do título: atenção (através de palavras que chamem a atenção imediatamente), interesse (despertar a curiosidade e ilustrando os benefícios que o texto terá para o leitor), desejo (o título deve deixar o texto irresistível e diferenciado) e ação (mostrando a especificidade do texto e que o leitor precisa daquela informação).

Adapte a linguagem ao perfil do público

Aqui, o conhecimento sobre o seu target será muito útil. No Inbound Marketing, um conteúdo só será relevante se for ao menos fácil de ser entendido e gerar alguma identificação com os leitores. Produções mais objetivas, com vários exemplos, outras mais didáticas ou bem-humoradas devem seguir o perfil das suas personas. Portanto, saiba o que o público quer saber — e como ele saber.

Defina os canais de publicação e compartilhamento

O melhor lugar para alocar seus conteúdos é o seu blog, onde você pode trabalhar com textos, vídeos, infográficos, podcasts e outros formatos. As redes sociais são muito úteis para compartilhar suas postagens e para criar conteúdos exclusivos de acordo com cada plataforma.

Por último, não deixe de analisar os resultados de cada publicação e, através deles, otimizar a produção com o passar do tempo. Métricas como tráfego, posicionamento nos buscadores, comentários na página e compartilhamentos podem ajudar a definir a relevância de um conteúdo.

Para ficar por dentro do assunto e conhecer tudo o que você precisa sobre marketing, curta nossa página no Facebook!

Gostou do artigo? Temos um ebook gratuito em que falamos mais sobre este assunto e vários outros:

banner-como-captar-leads